Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Madeira/Saúde: Falsas urgências diminuem 38 por cento com introdução de taxas moderadas

Lusa

  • 333

Funchal, 16 ago (Lusa) -- As falsas urgências no Hospital dr. Nélio Mendonça, no Funchal, onde há cerca de um mês começaram a ser aplicadas taxas moderadoras para doentes não urgentes, diminuíram 38 por cento, informou hoje o Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM).

"De 14 de julho a 13 de agosto de 2012, foram atendidos no serviço de urgência do hospital Dr. Nélio Mendonça, com verde e azul na triagem de Manchester, 2.564 utentes", revelou à Lusa o presidente do SESARAM, Miguel Ferreira.

Segundo o responsável, no mesmo período do ano passado, com verde e azul na triagem de Manchester, foram atendidos 4.114 utentes, "correspondente a uma quebra de 38 por cento".