Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Madeira: Governo Regional vai privatizar património das sociedades de desenvolvimento

Lusa

  • 333

Porto Santo, 22 ago (Lusa) -- O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, anunciou hoje quatro diretivas para as sociedades de desenvolvimento, detidas maioritariamente pela região, que incluem a privatização do seu património.

"Neste momento tenho quatro diretivas para deixar às sociedades de desenvolvimento, visto que entrámos numa fase em que tudo tem que estar muito bem definido para que a consolidação financeira da região e de todas as suas instituições públicas seja levada a cabo com o rigor e com os resultados que os nossos credores estão a reconhecer, como é o caso do relatório da 'troika' e da República", afirmou Alberto João Jardim.

O governante, que discursava na inauguração da rede viária da primeira fase do loteamento do Porto Santo Golfe Resort, obra da responsabilidade da Sociedade de Desenvolvimento do Porto Santo, explicou que a região pode "fazer receitas naquela parte do património das sociedades de desenvolvimento que encontre interesse do mercado", reconhecendo, contudo, que, dadas as "condições das instituições financeiras" e a "política de crédito errada que está a ser seguida na União Europeia", o atual momento não seja dos "mais felizes".