Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Macau: Declarada nulidade de concessão de lotes implicada em caso de corrupção

Lusa

  • 333

Macau, China, 15 ago (Lusa) - O Governo de Macau declarou hoje oficialmente a nulidade da concessão de cinco terrenos junto ao aeroporto por estar implicada no caso de corrupção do antigo secretário para os Transportes e Obras Públicas Ao Man Long.

A decisão foi tomada considerando que ficou provado, segundo o acórdão do Tribunal de Última Instância (TUI), que "o processo de seleção da sociedade transmissária dos direitos resultantes da concessão provisória, por arrendamento, dos terrenos foi viciado pela intervenção criminosa do então secretário para os Transportes e Obras Públicas", diz um despacho do atual titular da pasta, publicado em Boletim Oficial.

Ao Man Long foi condenado a uma pena única de 29 anos de prisão, a 31 de maio, após o seu terceiro julgamento, durante o qual o TUI concluiu que recebeu 20 milhões de dólares de Hong Kong (cerca de dois milhões de euros) como contrapartida pela atribuição de cinco lotes à 'offshore' Moon Ocean, subsidiária do grupo Chinese Estates Holdings.