Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Luta contra infeções pode passar por proibir médicos de usar anéis, pulseiras ou gravatas

Lusa

  • 333

*** Serviços vídeo e áudio disponíveis em www.lusa.pt

Lisboa, 31 out (Lusa) -- O governo admite proibir os médicos de usarem anéis, pulseiras, alianças ou gravatas, no âmbito do combate às infeções e resistências aos antibióticos, dada a gravidade e dimensão do problema em Portugal.

Há um conjunto de instrumentos - anéis, pulseiras, alianças - que "sabemos que são potenciais veículos de transmissão", com os quais "as minhas colegas insistem, muito alindadas, em ir trabalhar", disse o secretário de Estado e Adjunto da Saúde durante a apresentação de um relatório sobre infeções e resistência aos antimicrobianos.