Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Viticultores defendem Casa do Douro mas muitos já não pagam quotas

Lusa Visão Verde

  • 333

Peso da Régua, 13 fev (Lusa) -- Os viticultores durienses parecem unânimes em defender a Casa do Douro (CD), mas muitos admitem que já não pagam as quotas à instituição porque dizem que as suas funções estão esvaziadas.

É o silêncio que impera na sede histórica do organismo duriense, localizada no Peso da Régua. Lá dentro permanecem alguns funcionários e os elementos direção, mas são cada vez menos os viticultores que ali entram.

A CD, criada há 80 anos, é uma associação privada de direito público e de inscrição obrigatória. Ou seja, todos os produtores de vinho do Douro têm que estar inscritos no organismo e pagar as quotas à instituição.