Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vinci mais do que duplica negócio aeroportuário com a compra da ANA

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 21 fev (Lusa) -- O Governo formaliza hoje o acordo para a privatização da ANA -- Aeroportos de Portugal ao grupo francês Vinci, que com esta aquisição mais do que duplica o negócio de gestão aeroportuária com um investimento de 3.080 milhões de euros.

O grupo francês, cujo maior acionista é um fundo do Qatar, gere atualmente 12 aeroportos -- nove em França e três no Camboja -- que movimentam 8,5 milhões de passageiros por ano, e passará a ter a seu cargo 22 aeroportos. Só o aeroporto de Lisboa fechou 2012 com 15 milhões de passageiros.

O presidente executivo da Vinci Concessions, Louis-Roch Burgard, que hoje vai representar o grupo francês na assinatura do acordo, admitiu, quando ainda estava na corrida à empresa, que o objetivo era fazer da ANA "bandeira em termos de desenvolvimento aeroportuário".