Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Vendedores de frutas e legumes à beira da estrada apostam nas faturas manuais

Lusa Visão Verde

  • 333

Mealhada, 15 abr (Lusa) - Os vendedores ambulantes de frutas e legumes que exercem a atividade ao longo da Estrada Nacional 1 (EN1), perto da Mealhada, passam faturas manuais a clientes, alegando que não estão obrigados à utilização de máquinas registadoras.

Na povoação de Santa Luzia, junto à EN1, os comerciantes garantem que abaixo de uma faturação anual de 100 mil euros não precisam das máquinas e que as faturas que possuem são certificadas e entregues aos clientes.

"Não somos obrigados a ter máquina, somos obrigados, se o cliente nos pedir, a passar a respetiva fatura. Está legal, porque é certificada. Ainda agora acabei de passar [uma]. Quando o cliente nos pede passamos", disse à agência Lusa Manuel Garcia, vendedor no local.