Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UNESCO: Diplomacia "salva" Elvas de chumbo e consegue classificação - embaixador Seixas da Costa

Lusa Visão Verde

  • 333

Vila Real, 30 jun (Lusa) - O embaixador português na UNESCO, Francisco Seixas da Costa, revelou hoje que foram as diligências diplomáticas portuguesas realizadas esta semana que permitiram a classificação como Património Mundial das Fortalezas e do Centro Histórico de Elvas.

Na reunião do Comité do Património da UNESCO em São Petersburgo que decorre esta semana, estava em cima da mesa uma proposta do Centro do Património Mundial (o organismo que gere os processos de concurso deste tipo) de chumbar a candidatura portuguesa, revelou à Lusa Seixas da Costa, considerando que a classificação daquela que é a maior fortificação abaluartada do mundo era de "toda a justiça".

O embaixador explicou que foi só depois de várias diligências feitas pela delegação portuguesa, é que se conseguiu convencer os elementos do comité. Entre os países participantes no encontro, foi possível uma "unanimidade" na recusa daquela proposta do Centro do Património Mundial e "Elvas passou a entrar no Património Mundial, conforme era o nosso desejo", salientou.