Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Três mortos devido a violência na formação militar na Guiné-Bissau -- Liga dos Direitos Humanos

Lusa Visão Verde

  • 333

Bissau, 14 nov (Lusa) - A Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH) anunciou hoje que subiu para três o número de mortos, vítimas de violência durante a instrução militar, em outubro, na Guiné-Bissau.

A LGDH e a missão da Organização das Nações Unidas (ONU) já tinham condenado, nas últimas semanas, o registo de pelo menos uma morte e vários feridos no centro de formação de Cumeré, junto à capital.

Hoje, a liga anunciou a morte de Armando Pombo, capitão afeto ao aquartelamento de engenharia militar, com seis filhos, e que faleceu na quarta-feira, juntando-se à vítima mortal já conhecida e a um outro caso.