Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Transportes Sul do Tejo deixa de aceitar passe social em agosto -- administração

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 08 mai (Lusa) -- A Transportes Sul do Tejo (TST) denunciou os acordos dos passes multimodais e garante que, se o Governo não cumprir com o pagamento das compensações previstas, "em atraso", a empresa deixa de aceitar o passe social a partir de agosto.

Em declarações à agência Lusa, o administrador da TST, António Corrêa de Sampaio, afirmou que o pagamento que a empresa entende estar em falta -- 5,5 milhões de euros, "correspondentes às compensações pela diferença entre o preço social e o preço comercial do serviço nos dois últimos anos", nos passes e nos títulos combinados com o Metropolitano de Lisboa e a Carris -- equivale aos resultados negativos que a empresa apresentou em 2011 e 2012.

"É uma situação que não pode continuar a acumular-se, porque começamos a pôr em causa os postos de trabalho da empresa e, também, o nível de serviço que estamos a [oferecer] às populações. Não é, do nosso ponto de vista, possível as empresas continuarem a pagar o custo social do serviço", afirmou.