Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da TAP admitem fazer greve contra os cortes salariais

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 21 fev (Lusa) - Os oito sindicatos representativos dos trabalhadores da TAP reúnem-se na sexta-feira para decidir que medidas tomar, depois de hoje as Finanças terem sido "irredutíveis" em relação aos cortes salariais na companhia, com a greve em cima da mesa.

"Os resultados da reunião foram bastante negativos, com o Governo a mostrar-se irredutível em relação à aplicação do Orçamento do Estado para 2013 [OE2013]", disse à Lusa o presidente do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC), Jaime Prieto, no final de uma reunião no Ministério das Finanças.

Em declarações à Lusa, o dirigente sindical adiantou que, na sequência da reunião com a secretária de Estado do Tesouro, Maria Luís Albuquerque, "os sindicatos irão reunir na sexta-feira para decidir as medidas a tomar", admitindo a greve como uma possibilidade.