Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da CP recorrem ao Provedor de Justiça sobre fim das viagens gratuitas

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 11 fev (Lusa) -- Os trabalhadores da CP -- Comboios de Portugal decidiram hoje pedir uma reunião ao provedor de Justiça para contestar a limitação ao direito de transporte ferroviário gratuito para funcionários, reformados e seus familiares, segundo a Fectrans.

O coordenador da Fectrans, José Manuel Oliveira, disse à Lusa que os trabalhadores decidiram hoje recorrer ao provedor de Justiça, Alfredo José de Sousa, sobre a limitação das viagens gratuitas aos trabalhadores no exercício das respetivas funções ou na deslocação de casa para o local de trabalho, medida inscrita no Orçamento do Estado para 2013 (OE2013), deixando de fora os familiares e os trabalhadores reformados.

Entretanto, como a Lusa noticiou, os sindicatos representativos dos trabalhadores estão a avançar para os tribunais com providências cautelares para travar esta medida, que consideram ser inconstitucional, por ir contra um "direito contratual".