Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tecnologia para reduzir impacto ambiental de minas de carvão testada em S. Pedro da Cova

Lusa Visão Verde

  • 333

Porto, 04 fev (Lusa) - São Pedro da Cova (Gondomar), cujas antigas minas possuem resíduos perigosos de carvão, foi selecionada para testar um protótipo de uma nova tecnologia de monitorização, que se espera possa ser validada para aplicação posterior em larga escala.

Fonte do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores do Porto -- INESC TEC disse hoje à Lusa que o projeto ECOAL -- MGT (Ecological Management of Coal Waste Piles in Combustion), orçamentado em 900 mil euros, é cofinanciado pela União Europeia, com fundos FEDER, no âmbito do programa SUDOE.

"São Pedro da Cova (Gondomar) foi escolhida para testar uma tecnologia inovadora em fibra ótica, a qual, quando combinada com modelos geológicos apropriados, permite monitorizar continuamente os resíduos perigosos de carvão depositados nas antigas minas da freguesia e prever eventuais processos de combustão espontânea", refere o INESC TEC, em comunicado.