Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Relatório do FMI apresenta contradições e mostra realidades falsas - Famílias Numerosas

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 16 jan (Lusa) -- A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN) alertou hoje para as contradições existentes no relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI), que "insinua" falsos resultados das políticas de apoio às famílias noutros países europeus.

De acordo com o relatório do FMI, divulgado na semana passada, as políticas destinadas a aumentar o número de nascimentos têm "pouco, se algum, impacto". No documento, que apresenta propostas para cortar quatro mil milhões de euros na despesa do estado, o FMI refere a França e Suécia como sendo dois países com benefícios financeiros "bastante generosos" e resultados "limitados".

No caso concreto dos apoios dados às famílias francesas, pode ler-se no estudo que "embora algum impacto dessas políticas tenha tido demonstração empírica, este é pequeno e de duração temporária. Portanto, se Portugal quer envolver-se em políticas para aumentar a fertilidade, seria bom que visasse outras direções, diferentes de benefícios em dinheiro para famílias".