Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quercus espera tolerância da CE sobre remoção de resíduos parada em tribunal

Lusa Visão Verde

  • 333

Porto, 20 nov (Lusa) -- O especialista em resíduos da associação ambiental Quercus, Rui Berkemeier, disse hoje confiar que a Comissão Europeia (CE) seja tolerante relativamente à remoção de resíduos tóxicos de S. Pedro da Cova, Gondomar, porque o processo está parado em tribunal.

"Agora é uma questão meramente de tribunais. Pensamos que Governo português vai esclarecer a situação, que tem a ver com tribunais e não com a atitude do Estado", observou Rui Berkemeier, em declarações à Lusa, referindo-se às duas providências cautelares que em outubro travaram a adjudicação dos trabalhos de remoção dos resíduos.

A Comissão Europeia (CE) instou hoje Portugal a limpar definitivamente as "elevadas quantidades" de resíduos tóxicos nas minas desativadas de S. Pedro da Cova, ameaçando recorrer para o Tribunal de Justiça dentro de dois meses, mas o concurso público lançado pelo Ministério do Ambiente para a remoção dos resíduos está parada em tribunal.