Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Protestos levam China a cancelar planos para central de combustível nuclear

Lusa Visão Verde

  • 333

Pequim, 13 jul (Lusa) -- Os planos para a construção de uma central de processamento de combustível nuclear em Jiangmen, na província chinesa de Guangdong, foram cancelados um dia depois de um protesto contra o projeto, informou hoje a agência Xinhua.

Cerca de mil pessoas participaram na manifestação que foi organizada através da Internet e teve lugar, na sexta-feira, no centro de Jiangmen, a cerca de 30 quilómetros do parque industrial de Longwan, onde a central iria ser construída, indicou o jornal Jiangmen Daily.

A central teria capacidade para fornecer combustível suficiente para responder a cerca de metade das necessidades de energia nuclear da China, ou 1.000 toneladas de urânio, até 2020.