Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Projetos não apoiados pelo atual Proder poderão ser contemplados no próximo - Governo

Lusa Visão Verde

  • 333

Coimbra, 03 mar (Lusa) -- O secretário de Estado da Agricultura, José Diogo Albuquerque, considerou hoje "perfeitamente normal" condicionar este ano as verbas do Programa de Desenvolvimento Rural (Proder), prevendo que alguns dos atuais projetos sejam apoiados pelo próximo programa.

"É perfeitamente normal que o programa chegue a esta altura e se comecem a condicionar as verbas", afirmou José Diogo Albuquerque, em Coimbra, questionado pela agência Lusa à margem de um encontro com que a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) assinalou 35 anos de existência.

Ao intervir na cerimónia comemorativa, na Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), o governante disse que o Proder "não está suspenso".