Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Produtores de Energias Renováveis da Madeira exigem verbas da convergência do tarifário

Lusa Visão Verde

  • 333

Funchal, 18 abr (Lusa) -- A Associação de Produtores Independentes de Energias Renováveis da Madeira vai encetar diligências para que o Estado transfira para a Empresa de Eletricidade regional 45 milhões de euros devidos pela convergência do tarifário da energia elétrica.

"Vamos fazer uma ronda por várias entidades empresariais idênticas à nossa a nível nacional, acabando na ERSE [Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos], no senhor secretário de Estado da Energia e no Governo da República, para levar os nossos pontos de vista", afirmou hoje o presidente da associação, Pereira de Gouveia, no Funchal, após ser recebido pelo chefe do executivo regional, Alberto João Jardim.

Pereira de Gouveia, antigo secretário regional da Economia e Cooperação Externa que negociou o protocolo com o ministro Pina Moura e o primeiro-ministro António Guterres da convergência do tarifário, explicou que "o Estado Central deve à Região Autónoma da Madeira, em particular à Empresa de Eletricidade da Madeira, mais de 45 milhões de euros".