Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Produtores de bovinos contra lei de inseminação artificial "discriminatória"

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 29 jan (Lusa) - A Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas (CONFAGRI) e os produtores de bovinos contestam a proposta de lei sobre inseminação artificial de bovinos por ser "discriminatória" e aumentar os custos da produção de leite.

Em causa está o facto da proposta, que deve ser debatida e votada na terça-feira, "ignorar a inseminação artificial efetuada noutras espécies e legislar apenas para os bovinicultores", critica a CONFAGRI.

Em declarações à Lusa, Samuel Pinto, da Associação Nacional para o Melhoramento dos Bovinos Leiteiros (ANABLE), sublinha que a inseminação artificial se tornou "uma prática normal" dos produtores "como ordenhar e dar de comer às vacas" e espera que os deputados aceitem algumas alterações à legislação, admitindo que já houve "um abrir de portas".