Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Produção de azeitona com quebras de 20 a 30 % em Trás-os-Montes

Lusa Visão Verde

  • 333

Mirandela, 15 nov (Lusa) -- Os olivais transmontanos têm este ano menos azeitona, com uma redução "de 20 a 30" % da produção e quebras do rendimento dos produtores, apesar do aumento de preços no mercado, disse hoje a associação regional do setor.

"Uma redução muito significativa, na ordem dos 20 a 30" % é o que perspetiva António Branco, presidente da Associação de Olivicultores de Trás-os-Montes e Alto Douro (AOTAD), que representa metade dos 36 mil olivicultores da região, que é a segunda maior produtora nacional, a seguir aos olivais intensivos do Alentejo.

As quebras na produção dos olivais são extensíveis a outros países produtores, além de Portugal, o que faz com que, devido à menor oferta nesta campanha, os preços pagos ao produtor sejam mais elevados, mas nem isso "compensa as perdas", garantiu à Lusa António Branco.