Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do ACP considera IUC para veículos a gasóleo "um absurdo"

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 16 out (Lusa) -- O presidente do Automóvel Club de Portugal (ACP), Carlos Barbosa, considerou hoje de "absurda" a criação do Imposto Único de Circulação (IUC) para os automóveis ligeiros passageiros e motociclos a gasóleo.

"Este aumento do imposto do gasóleo é um verdadeiro absurdo. Porque os novos titulares da pasta da economia e empresas privadas sabem perfeitamente qual é o peso no orçamento de uma empresa de combustíveis e o peso operacional de um produto como os combustíveis", disse Carlos Barbosa em declarações à agência Lusa.

O responsável acrescentou ainda que tal medida "vai prejudicar as pequenas e médias empresas", além de "retardar o crescimento da economia".