Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal teve a maior queda na carga fiscal sobre salários mas continua acima da média da OCDE

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 26 mar (Lusa) -- Portugal teve a maior queda na carga fiscal sobre os salários no ano passado, mas mesmo assim continua acima da média da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), de acordo com os dados hoje divulgados.

Os números revelam que a carga fiscal (que inclui o IRS e as contribuições obrigatórias para a Segurança Social) caiu em Portugal 1,3 pontos percentuais em 2012, face a 2011, constituindo a maior descida no conjunto dos 34 países observados.

Segundo a OCDE, esta descida deveu-se à redução em 2012 dos impostos que incidiram sobre os salários, pela não aplicação da sobretaxa extraordinária cobrada em 2011 de 3,5% e que representou, nesse ano, o corte de 50% do subsídio de Natal.