Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portos: Trabalhadores garantem que greves vão continuar até Governo mostrar abertura para negociar

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 28 set (Lusa) - Ao fim de duas semanas de greves consecutivas nos portos portugueses, os estivadores, pilotos e administrações portuárias prometem prosseguir a luta até as suas reivindicações serem negociadas com o Governo.

De acordo com os sindicatos, hoje os portos nacionais estão parados devido à greve simultânea dos estivadores e das administrações portuárias, cuja adesão é de 99 por cento, o que na prática significa que "não entram nem saem navios dos portos do Continente, Madeira e Açores", explicou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Administrações Portuárias, Fernando Oliveira.

O presidente do Instituto Portuário e do Transporte Marítimo (IPTM), João Carvalho, rejeita que o impacto seja tão significativo, mas adverte para as consequências da "irresponsabilidade" dos sindicatos para a economia.