Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pescanova continua sem conseguir negociar em bolsa e pode já ter desvalorizado 60%

Lusa Visão Verde

  • 333

Madrid, 4 mar (Lusa) -- A Pescanova continua, a meio da tarde de hoje, sem conseguir regressar à negociação na bolsa madrilena devido à avalanche de ordens de venda de títulos, com analistas a preverem uma queda de 60% no seu valor.

A empresa galega, com fortes investimentos em Portugal, apresentou na sexta-feira o pré-concurso de credores, um processo que visa evitar que um credor solicite a insolvência da empresa, não tendo ainda apresentado as contas finais de 2012.

O regulador da bolsa madrilena, a Comissão Nacional de Mercado de Valores (CNMV), tinha proibido temporariamente a negociação das ações da Pescanova, depois da empresa adiar a apresentação de resultados referentes a 2012.