Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pensionistas da banca protestaram no Porto contra degradação das suas reformas

Lusa Visão Verde

  • 333

Porto, 29 mai (Lusa) -- Cerca de três dezenas de reformados e pensionistas da banca manifestaram-se hoje junto ao Banco de Portugal, no Porto, contra a degradação das suas reformas e pensões e para pedir a demissão do Governo.

O protesto foi promovido pela União de Reformados e Pensionistas da Banca (UBR) e pela Comissão de Reformados do Sindicato dos Trabalhadores das Empresas do Grupo caixa Geral de Depósitos (STEC).

"Os reformados bancários têm sofrido como nunca a degradação das suas reformas e pensões, com a subtração dos subsídios de férias e natal, designadamente na CGD, BP e Totta, a eliminação da dedução específica dos reformados no IRS, a alteração do escalão do IRS, o complemento extraordinário de solidariedade, que estranhamento o TC não considerou inconstitucional, e agora a nova redução das reformas e pensões, com ameaça de efeitos retroativos", afirmou Francisco Ribeiro, da UBR.