Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Peixes mortos no Guadiana sem perigo para a saúde pública - autoridades

Lusa Visão Verde

  • 333

Vila Real de Santo António, 04 jul (Lusa) - A concentração de peixes mortos que há duas semanas se verifica no rio Guadiana não representa perigo para a saúde pública, afirmaram hoje à Lusa fontes das autoridades marítimas e ambientais que acompanham o caso.

Segundo fonte da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) contactada pela Lusa, as análises efetuadas por aquele organismo revelaram que não há indícios de alteração da qualidade da água, que apresenta um elevado índice de oxigénio, embora se aguardem ainda os resultados das análises aos animais.

A mortandade - que afetou apenas a tainha, uma espécie de peixe com baixo valor comercial -, foi detetada inicialmente em Alcoutim, estendendo-se depois a Castro Marim e Vila Real de Santo António (VRSA), mas a maior parte dos peixes mortos está agora concentrada na margem espanhola do rio.