Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2014: STE rejeita cortes nos salários e acusa Governo de inflexibilidade para negociar

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 22 out (Lusa) - O Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) rejeitou hoje a aplicação de cortes salariais na Função Pública previstos na proposta do Orçamento do Estado para 2014 e acusou o Governo de estar "inflexível" perante a negociação.

"Não percebemos o que o Governo pretende, mas pediu-nos que no artigo 33 [da proposta de lei do Orçamento], aquele que se refere aos cortes salariais nos trabalhadores, para dizermos onde devemos cortar mais e onde devemos cortar menos. Ora, o que dizemos é que cortes nem menos, nem mais. Não queremos cortes", afirmou a vice-presidente do STE, Maria Helena Rodrigues.

Falando aos jornalistas após um encontro com o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, a dirigente sindical acusou o Governo de estar "inflexível" perante a negociação.