Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OCDE defende mais cortes na despesa e contenção salarial em países com programas da 'troika'

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 06 set (Lusa) -- A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico diz hoje que os países devedores com programas da 'troika' devem reduzir o seu défice orçamental e défice externo através de maiores cortes na despesa, restrições salariais e reformas estruturais.

No relatório hoje publicado com uma avaliação intercalar da evolução macroeconómica, a OCDE diz que os mercados deixam pouca margem de manobra aos países da zona euro em maiores dificuldades, apesar de ser desejável um ajustamento mais amigo do crescimento económico, apontando o caminho para os países sob programas de ajustamento da 'troika' - como é o caso de Portugal, Irlanda e Grécia -- e ainda Espanha.

"Nos países devedores, os défices externo e orçamental têm de ser reduzidos ainda mais através de cortes na despesa e de restrições salariais, e com reformas estruturais implementadas para aumentar a velocidade da necessária realocação de recursos", escreve a organização na sua publicação.