Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"O Governo tem o direito de interromper o processo de licitação da TAP" - Efromovich

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) -- O empresário German Efromovich reconheceu hoje que o Governo português pode congelar o processo de privatização da TAP, mas realça que a companhia aérea tem que se associar a alguém "para sobreviver".

Em conferência de imprensa, o presidente da única empresa candidata à privatização da TAP admitiu que "o Governo tem o direito de interromper o processo de licitação", uma hipótese que o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, já admitiu, se não estiver assegurado o interesse nacional.

"Respeito se [o Governo] entender que é o melhor para o país e para a TAP, mas o Governo tem interesse em vender a companhia", declarou, realçando que "se a TAP não se associar à Synergy Aerospace tem que se associar a alguém para sobreviver".