Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Número único europeu para crianças desaparecidas pouco utilizado em Portugal - IAC

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 23 mai (Lusa) -- A vice-presidente do Instituto de Apoio à Criança afirmou hoje que há "poucas comunicações" para o número único europeu para crianças desaparecidas (116000), defendendo a criação de "normas nacionais" para que essa comunicação seja obrigatória.

Através do número europeu para Crianças Desaparecidas, chegaram, em 2012, ao serviço SOS-Criança, do IAC, 53 novos casos de crianças desaparecidas, mais 14 face ao ano anterior.

Os casos referiam-se "a fugas, raptos parentais, crianças perdidas ou feridas, raptos não acompanhados e raptos por terceiros", segundo dados do instituto enviados à agência Lusa.