Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Naufrágio/um ano: Um azar nunca vem só -- sobrevivente do "Virgem do Sameiro"

Lusa Visão Verde

  • 333

Redação, 30 nov (Lusa) -- João Coentrão, um dos seis pescadores que há um ano resistiram 57 horas numa balsa, após o naufrágio da embarcação "Virgem do Sameiro", diz-se azarado no mar, mas promete não abandonar a faina.

Precisamente antes das horas dramáticas do virar de novembro para dezembro de 2011, João sobrevivera 13 horas noutra balsa, ao largo de Espanha, e agora está retido em casa, desde a última sexta-feira, por causa de um acidente a bordo de outro barco.

"Três anos seguidos, três acidentes, mas vou voltar", promete o pescador, em declarações à agência Lusa.