Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Não renovação de mandato não pode assentar em versão deturpada de entrevista - provedor

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 07 jun (Lusa) - O Provedor de Justiça enviou uma carta ao PSD a dizer que repeitará a opção política daquele partido em recusar a renovação do seu mandato, mas que não aceita que tal opção assente "numa versão deturpada" de uma entrevista.

Na carta enviada quinta-feira a Luís Montenegro, líder do grupo parlamentar do PSD, o provedor de Justiça, Alfredo José de Sousa, diz respeitar "integralmente a opção política do PSD em recusar a renovação do meu mandato", mas sublinha que não aceita "de modo algum que tal opção assente numa versão deturpada da comunicação social a propósito de uma entrevista na semana passada na Antena 1".

Depois da entrevista, o PSD considerou que o provedor de Justiça "não dá garantias de isenção e imparcialidade" e defendeu que Alfredo José de Sousa deve tirar ilações por ter optado por ser "um ator político parcial".