Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique: População ameaça voltar a plantar 'cannabis' após insucesso de outras culturas

Lusa Visão Verde

  • 333

Chimoio, 31 jul (Lusa) - A população de um distrito de Manica, no centro de Moçambique, onde foram destruídas 18 toneladas de 'cannabis' em 2011, ameaça retomar o cultivo da droga face à inexistência de mercado para as culturas alternativas.

"Felizmente constatamos que em Calombolombo já não há produção de soruma ['cannabis'], mas há muito milho e hortícolas sem mercado. A população está a entrar em desespero e chega-se a dizer que se não resolvem estes problemas voltam a cultivar soruma.", disse hoje à Lusa Agostinho Rotuto, procurador chefe provincial de Manica.

No ano passado, cerca de 200 hectares de campos de cultivo de 'cannabis' foram desativados e a produção incinerada. Ninguém foi detido, porque quase "toda a gente" estava envolvida.