Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mau tempo "varreu" estufas da Póvoa, Vila do Conde e Esposende, prejuízos de milhões

Lusa Visão Verde

  • 333

Póvoa de Varzim, 19 jan (Lusa) -- O mau tempo destruiu a maior parte das explorações agrícolas da Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Esposende, em prejuízos que ascendem a "alguns milhões de euros", disse à Lusa o presidente da associação dos horticultores da Póvoa de Varzim.

Durante a noite e manhã de hoje, "as estufas foram varridas pela chuva e rajadas de vento", lamentou Carlos Alberto Lino que, e numa primeira análise, avança que "já há prejuízos contabilizados superiores a dois milhões de euros".

Esta estimativa reporta-se apenas a "400 explorações", localizadas na zona da Póvoa de Varzim, mais concretamente nas freguesias de Navais, Aguçadoura, Amorim e Terroso.