Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Legislativas/1 Ano: A ministra da lavoura às voltas com a água

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 03 jun (Lusa) - No superministério da Agricultura, Mar e Ambiente, Assunção Cristas foi pressionada com 'dossiers' sensíveis, como a reestruturação da Águas de Portugal e a nova lei das rendas, e insistiu no aumento da produção agrícola, um tema bandeira do CDS-PP.

Mas passados 12 meses, apenas foram concretizadas as alterações legislativas ao arrendamento: a produção agrícola sofre o efeito dos aumentos dos custos de produção e os jovens continuam sem ver oportunidades na agricultura, apesar dos apelos da ministra que 'ganhou' a manutenção do IVA do vinho na taxa intermédia; e a reestruturação da 'holding' da Águas de Portugal (AdP) não está concluída.

Assunção Cristas, que esteve debaixo de fogo depois de nomear o presidente de um dos municípios que mais deve à AdP para administrador do grupo, garante que não está interessada na privatização do grupo estatal e assume querer avançar apenas com o setor dos resíduos, mas está por definir o modelo que será seguido.