Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Junta Metropolitana do Porto pretendia autonomia do aeroporto para atrair novas companhias

Lusa Visão Verde

  • 333

Porto, 10 jan (Lusa) -- A Junta Metropolitana do Porto (JMP) defendeu junto do Governo que o contrato de concessão da ANA especificasse a autonomia na gestão do aeroporto do Porto para a atração de novas empresas e para o aumento do número de rotas.

Na carta enviada pela JMP ao ministro da Economia e do Emprego a 20 de novembro, a que a Lusa teve hoje acesso, o presidente da JMP, Rui Rio, apresenta "uma súmula" dos pontos que gostaria que fossem considerados no contrato de concessão da ANA -- Aeroportos de Portugal.

O autarca do Porto salienta que os pontos foram previamente objeto de discussão entre o Governo e os autarcas da Área Metropolitana do Porto e que "mereceram acordo".