Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Japão: 18% dos 86.000 deslocados de Fukushima não voltam a casa nos próximos 10 anos

Lusa Visão Verde

  • 333

Tóquio, 10 jun (Lusa) -- Cerca de 18 por cento de 86.000 deslocados devido à crise nuclear de Fukushima em março não poderá regressar às suas casas, pelo menos, nos próximos 10 anos devido à elevada radiação, revela um estudo do Governo nipónico.

De acordo com as estimativas do Governo japonês, a radiação nas zonas adjacentes à central irá manter afastados da zona 32 por cento dos deslocados até, pelo menos, 2017, indicou a cadeia NHK.

O estudo foi apresentado às administrações locais da província de Fukushima e foi realizado através das medições de radiação na zona envolvente da central de Fukushima.