Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/PPP: PSD diz que "não vale a pena" chamar José Sócrates ao Parlamento

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 16 jan (Lusa) -- O antigo primeiro-ministro José Sócrates não vai ser chamado à comissão parlamentar de inquérito às parcerias público-privadas (PPP) para explicar as opções tomadas enquanto ministro do Equipamento Social sobre o Metro Sul do Tejo.

O deputado do PSD Emídio Guerreiro disse à Lusa que, em função das respostas, por escrito, de José Sócrates à comissão de inquérito "não vale a pena" agendar uma audição com o ex-ministro do Equipamento Social para apurar responsabilidades quanto à negociação do Metro Sul do Tejo.

Na resposta, por escrito, José Sócrates disse que, "no curto período de 73 dias" em que exerceu funções de ministro do Equipamento Social, entre 23 de janeiro e 6 de abril de 2002, "os desenvolvimentos que este longo processo conheceu consistiram no envio ao Governo do relatório final da comissão de avaliação do concurso público relativo à fase de negociação".