Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Greves consecutivas põem em perigo o objetivo das exportações - Ferreira de Oliveira

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 29 out (Lusa) - O presidente executivo da Galp afirmou hoje que a empresa poderá falhar o objetivo de chegar ao final do ano com exportações de 3.500 milhões de euros devido às greves consecutivas que os trabalhadores têm vindo a realizar.

Manuel Ferreira de Oliveira, que falava num encontro com os jornalistas para apresentar as contas dos primeiros nove meses do ano, disse que as exportações da Galp Energia foram de 2.500 milhões de euros até setembro, sendo que a empresa tinha previsto que o volume de exportação chegue aos 3.500 milhões de euros até dezembro.

Uma situação que, admitiu o presidente executivo da Galp, poder não ocorrer "devido a alguma instabilidade laboral nas refinarias", as mais afetadas pelas greve.