Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo oferece até um salário e meio efetivo ou com suplementos permanentes - Hélder Rosalino

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 20 mar (Lusa) - O Governo quer oferecer até um salário e meio "efetivo" ou "com suplementos permanentes", afirmou hoje o secretario de Estado da Administração Pública, Helder rosalino, à saída de uma reunião com sindicatos.

"Em princípio será o salário completo", afirmou o governante aos jornalistas, esclarecendo que a indemnização aos trabalhadores que queiram rescindir o vínculo com a administração pública se refere "ao salário efetivo ou com suplementos permanentes".

A proposta do Governo de rescisões vai começar a ser aplicada já no segundo semestre deste ano, segundo o governante, e abrange os assistentes técnicos e operacionais, que segundo o governante são cerca de 213 mil e ganham entre 600 euros e "mil e poucos" euros.