Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo garante que corte nas pensões "nunca ultrapassa" os 10%

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 06 ago (Lusa) - O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, garantiu hoje que o corte nas pensões que o governo pretende aplicar a partir de janeiro "nunca ultrapassa os 10%" sendo, em alguns casos, inferior.

"O corte nunca ultrapassa os 10%, em muitos casos é inferior a 10%, porque há cláusulas de salvaguarda de rendimento", garantiu o governante aos jornalistas após uma ronda negocial com as estruturas sindicais da administração pública.

Hélder Rosalino explicou que o corte poderá "em muitos casos" ser inferior a 10% "porque o que é afetado é uma parte da pensão, uma parcela da pensão (P1) o que significa que essa parcela, ainda que seja muito significativa, não pondera a 100%".