Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo deve respeitar parceiros sob pena de "criar um conflito" - UGT

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 19 mar (Lusa) - O secretário-geral da UGT, João Proença, insistiu hoje que o Governo tem que respeitar a posição dos parceiros sociais relativamente à atualização do salário mínimo nacional (SMN) sob pena de "criar um conflito".

"Todos os parceiros se manifestaram disponíveis para encontrarem uma proposta consensual de aumento do salário mínimo e o Governo tem que respeitar a opinião dos agentes económicos, sob pena de criar um conflito", disse João Proença.

O sindicalista falava no final de uma reunião de concertação social, que durou toda a manhã, e onde os parceiros acordaram apresentar uma proposta única de aumento do SMN, que pressione o Governo a abrir as negociações com a 'troika' sobre esta matéria, tendo em conta que o memorando acordado não permite esta atualização.