Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Gestão equilibrada do montado deve ser "premiada" com apoio financeiro - Investigadora

Lusa Visão Verde

  • 333

Évora, 08 fev (Lusa) -- Os proprietários agrícolas que fazem uma gestão equilibrada do montado, optando por menor densidade de pastoreio para melhor conservar o sistema a longo prazo, deviam receber apoios financeiros nacionais e comunitários específicos, defendeu hoje uma investigadora universitária.

Teresa Pinto Correia, professora da Universidade de Évora e investigadora do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM), argumentou que "deveria haver algum tipo de compensação" para estes casos.

"Se o proprietário tem menor densidade de pastoreio para preservar a regeneração natural e a qualidade das pastagens, devia ser compensado, face a outros que têm mais animais e recebem mais apoio por cabeça para produção animal, mas não garantem a sustentabilidade do sistema a longo prazo", disse.