Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI/Cortes: Redução até 20% no número de funcionários públicos permite poupança até 2.700 milhões

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 09 jan (Lusa) -- O Fundo Monetário Internacional (FMI) sugere uma redução até 20% no número de trabalhadores do Estado nas áreas da educação, segurança e ainda nos administrativos com baixas qualificações, algo que poderia dar poupanças até 2,7 mil milhões de euros.

No relatório encomendado pelo Governo ao FMI sobre a despesa do Estado, a organização defende que o Governo tem de reduzir o número de trabalhadores em funções no Estado e dá duas opções: cortar em setores específicos onde estão identificados excessos no número de trabalhadores ou estabelecer um número e aplicar um corte transversal.

O fundo estima que um corte entre 10% e 20% no número de trabalhadores nas áreas identificadas daria uma poupança estimada entre 795 milhões de euros e 2.700 mil milhões de euros, ou o equivalente a 0,5%-1,6% do Produto Interno Bruto.