Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Florestas:Proposta sobre arborização feita à medida de "interesses empresariais específicos" -- associação

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 24 jun (Lusa) -- A Associação de Promoção ao Investimento Florestal (Acréscimo) criticou hoje a proposta governamental relativa às ações de arborização e rearborização, por estar direcionada "a interesses empresariais específicos", numa alusão às celuloses.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a Acréscimo considera que a proposta de alteração atualmente em consulta pública é "extemporânea", já que está a ser apreciada a estratégia nacional para as florestas e "não só não abarca os interesses da maioria das fileiras florestais, como aparenta um forte comprometimento com um subsetor em particular, e mesmo com interesses empresariais específicos".

A Acréscimo alude ao setor da pasta de papel e à Portucel que, segundo uma notícia do jornal 'i' de 15 de maio, precisa de mais matéria-prima para construir uma nova fábrica em Portugal e quer a ajuda do Governo.