Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Filipinas lutam para fazer chegar ajuda humanitária às vítimas do tufão Haiyan

Lusa Visão Verde

  • 333

Tacloban, Filipinas, 11 nov (Lusa) -- As autoridades filipinas têm trabalhado para fazer chegar a ajuda humanitária aos afetados pelo tufão Haiyan, três dias depois de este ter devastado a região central do país, onde se estima que tenha causado dez mil mortos.

Em Tacloban, capital da província de Leyte, o Haiyan deixou um rasto de destruição total, após golpear a cidade com rajadas de vento de até 315 quilómetros por hora e causar uma subida do nível do mar, superior a dois metros, na manhã de sexta-feira. De acordo com o superintendente Elmer Soria, a destruição abrangeu 80% das estruturas de Tacloban, para onde as autoridades destacaram tropas do Exército.

Além disso, segundo indicou o porta-voz da Polícia Nacional, Reuben Theodore Sindac, foram enviados 900 agentes para aquela cidade e para Samar, depois de, este domingo, se terem registado saques generalizados.