Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fileira do pescado reclama bom senso nos pagamentos para evitar falências

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 09 out (Lusa) - O representante da Fileira do Pescado, Manuel Tarré, apelou hoje à redução dos prazos de pagamentos para evitar falências, frisando que, nos últimos cinco anos, fecharam sete das 15 maiores empresas ligadas à indústria de congelação.

"Urge haver um certo bom senso nos prazos de pagamento para que não levem ao encerramento de mais empresas. Vivemos uma situação muito difícil", afirmou Manuel Tarré num evento da Fileira do Pescado, em Lisboa, onde foi apresentado um DVD destinado a escolas de hotelaria europeias, para promover o peixe português.

Sublinhando que "a banca deixou de apoiar" as empresas e que "as exigências do mercado internacional são maiores", Manuel Tarré assinalou que o "encurtar dos prazos de pagamento não é nada de extraordinário" e criticou o facto de a Fileira estar ausente da Plataforma de Acompanhamento das Relações na Cadeia Agroalimentar (PARCA) que está a debater alterações legislativas neste sentido.