Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

EUA e UE devem acabar com protecionismo aos equipamentos fotovoltaicos da China -- Conselheiro da ONU

Lusa Visão Verde

  • 333

Macau, China, 21 mar (Lusa) - O conselheiro especial das Nações Unidas Jeffrey Sachs defendeu hoje que os Estados Unidos e a Europa não devem fechar a porta aos produtos fotovoltaicos de baixo custo produzidos pela China, de forma a impulsionar o uso das energias renováveis.

"Penso que seria um erro terrível os Estados Unidos e a Europa fecharem a porta aos produtos 'low cost' produzidos pela China, porque a ideia base aqui é espalhar esta tecnologia muito rapidamente. E o protecionismo da Europa e dos EUA nos fotovoltaicos irá deitar por terra o objetivo a longo prazo de mudar o sistema de energia do mundo para as energias renováveis", afirmou Jeffrey Sachs, em Macau, em declarações aos jornalistas.

Orador convidado no Fórum e Exposição de Cooperação Ambiental de Macau, o também diretor do Instituto da Terra na Universidade de Columbia considerou que o protecionismo "deve ser combatido porque não é uma política inteligente e é contrária ao objetivo do desenvolvimento sustentável".