Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Entidade Reguladora de Água e Resíduos terá mais poderes para "proteger famílias mais frágeis"

Lusa Visão Verde

  • 333

Porto, 28 nov (Lusa) -- A mudança da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR) para entidade administrativa independente "estará para breve" e permitirá introduzir mecanismos de proteção às famílias mais frágeis, afirmou hoje o presidente, Jaime Melo Batista.

Segundo o responsável pela ERSAR, o projeto de lei que existe para concretizar esta mudança "vai dar novos poderes" ao organismo e permitirá, assim, transformar recomendações em obrigações.

Em declarações aos jornalistas, depois de participar no colóquio "Água e Saneamento -- O mercado e os preços", promovido pela associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA), Jaime Batista disse que, com essa alteração, será possível "criar um regulamento que introduza instrumentos de proteção social para quem precisa de ser protegido" neste contexto de crise.