Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Energia: Redução das rendas de eletricidade aquém do esperado -- DECO

Lusa Visão Verde

  • 333

Lisboa, 11 jun (Lusa) -- A DECO defende que a redução das rendas aos produtores de eletricidade, anunciada pelo Governo, fica "aquém do esperado", estando a aguardar a publicação dos respetivos diplomas para perceber o impacto que terá na fatura dos consumidores.

As contas da associação para a defesa dos consumidores apontavam para uma redução das rendas de 2,5 mil milhões, mais do que os 1,8 mil milhões até 2020 anunciados pelo Governo, adiantou à Lusa a coordenadora do departamento de estudos da DECO, Ana Tapadinhas.

Em declarações à Lusa, a jurista disse que "falta perceber qual o impacto que as medidas irão ter na fatura da eletricidade", referindo que falta conhecer o conteúdo dos diplomas sobre estes cortes nas rendas, nomeadamente em relação aos Custos de Manutenção dos Equilíbrios Contratuais (CMEC) e aos Contratos de Aquisição de Energia (CAE).